Voltar à Página Inicial

O Belém somos nós - O Direito a ter Opinião



Opinião de Luís da Silva do Ó publicado no seu blogue pessoal e com a devida autorização.

O processo eleitoral no Belenenses e as diversas posições assumidas pelos comentadores que surgem na blogosfera são deveras inquietantes. De um lado, irrompem cidadãos, associados do clube, com as suas visões do que constituirá o melhor para o futuro do emblema do seu coração. Do outro lado, aparecem cidadãos que não dão o rosto e que assinam de forma anónima. A esmagadora maioria daqueles que não assumem a autoria das suas opiniões diabolizam o presidente e candidato Cabral Ferreira, ofendendo e atacando o seu carácter e o seu nome. Pouco ou nada se discute de essencial quando toca a assumir divergências com o actual líder azul. Pessoalmente, apreciaria um debate de ideias e um confronto entre projectos e meios para os efectivar. Infelizmente, o comum dos leitores destes fóruns, somente se preocupa com uma verborreia anárquica e inconsequente, desprezando qualquer argumentação lúcida ou válida. Posso não ter a certeza da direcção que o Belenenses deve trilhar, mas sei que este caminho, sem rumo, apenas pode prejudicar e jamais beneficiar. Ofensas e ataques avulsos não contribuem para unir uma família cada vez mais pequena, não servem para ampliar a dimensão do nosso clube, nem para fortalecer um crescimento urgente e necessário, crescimento esse unanimemente reconhecido em todas as latitudes do pensamento azul.
Temos de saber respeitar quem pensa diferente e urge sabermos argumentar e não jogar para cima da mesa frases ofensivas e desprovidas de substrato. Quando olho para o dia de amanhã, procuro adivinhar um Belém em que as diversas forças em presença não regateiem esforços, mesmo que os dividendos não sejam desfrutados pelo promotor da iniciativa. Quando uma ideia concretizada represente uma mais valia para o clube, deve ser realizada com o maior dos empenhamentos, ainda que se deteste o presidente da direcção desse momento. O importante é a instituição e não as pessoas que passam pela instituição.


Por um Belém a Sério

Sendo a instituição o que mais importa nestas e em todas as eleições devemos incentivar os diversos candidatos derrotados a colaborarem no dia seguinte. As eleições para os órgãos sociais de um clube não são semelhantes às eleições para a assembleia da república, mas são idênticas às eleições para a liderança de um partido político. Entre partidos diferentes existem vencedores, derrotados, governo e oposição. Num partido político, depois das propostas internas diferentes, existe, habitualmente, um trabalho conjunto entre vencedores e derrotados, pois, caso contrário, assistiríamos a cisões constantes e permanentes, assim como, ao surgimento exponencial de novos partidos. Num clube, após eleições, deve existir liderança (aquela que, democraticamente, sair do voto dos associados e em que todos deviam ser iguais) e colaboração com todos aqueles que possam constituir uma valia para a instituição. Darmo-nos ao luxo de desperdiçar potenciais investidores ou algumas fantásticas ideias que sempre surgem nestas ocasiões é uma aberração.
Tive o privilégio de ler os projectos de todos os candidatos e julgo muitos dos contributos interessantes, porém, considero irrealista assumir que queremos o Rossio sem que antes tenhamos estruturas para conquistar a Betesga. Em nenhum dos projectos li algo absolutamente espantoso, nem fiquei muito surpreendido com nenhuma das propostas. Creio, mesmo, que a esmagadora maioria dos associados votaria, se fosse possível, em todos os projectos em simultâneo. Vou mais longe ao acreditar que os próprios candidatos de uma lista concordam com a maioria das propostas alheias. E é bom se assim for porque mostra um pensamento superior comum, em prol dos interesses azuis, que é transversal às três candidaturas.
Naturalmente que cada uma considera ter o melhor projecto e as melhores pessoas para o levar por diante. Tomara que quem ganhe consiga realizar, no seu mandato, 50% das ideias plasmadas no programa. Contudo, acharia muito melhor que, além desses 50%, se pudessem agregar outros 50% vindos dos programas dos candidatos derrotados e com a colaboração dos próprios.


Desconhecimento e certezas

Desconheço a situação económica e a situação financeira do clube (são coisas diferentes) e da SAD (igualmente diferentes), mas, tenho a certeza de que todos os candidatos concordarão que é duplamente importante estar (ou vencer) a final da Taça de Portugal e ter conseguido marcar presença na Taça UEFA. E que o activo da nossa equipa de futebol profissional é neste final de temporada substancialmente superior ao que valia no início da época. Não basta criticar e apontar aspectos negativos. Fosse eu candidato e já teria publicamente felicitado o presidente Cabral Ferreira por esses feitos, pois, não poderia conceber que reconhecer o mérito do opositor fosse fragilizar a minha candidatura. Se pensasse assim, não teria a certeza de ser o melhor e todos os candidatos devem acreditar nas suas qualidades e potencialidades.
Gostaria que, destas eleições, saísse um vencedor chamado Belenenses porque esse é o único em quem devemos votar em todos os momentos. Todavia, o nome do vencedor é conhecido.


A Campanha Acabou

A frase não é minha, mas ecoou pelas bancadas do Restelo no jogo da meia-final. Com o futebol a ter este ano uma prestação dourada, não houve possibilidade objectiva de decorrer uma campanha eleitoral justa e imparcial entre as partes. Além dos disparates de retirar jornais de circulação ou de suprir serviços informativos, talvez a única possibilidade objectiva das alternativas fosse – por absurdo – suspender os jogos oficiais (campeonato e taça) a partir de Fevereiro ou adiar as eleições para momentos menos azuis. Desta forma e com estes resultados desportivos, não existem condições reais para um resultado diferente daquele que vai acontecer. Cabral Ferreira vai ganhar por uma goleada. E não, não sou um “vendido” nem me pagaram nenhuma viagem. Apenas faço por utilizar os neurónios que habitam dentro da minha cabeça.

Etiquetas: ,




Enviar link por e-mail

Imprimir artigo

Voltar à Página Inicial


Weblog Commenting and 
Trackback by HaloScan.com eXTReMe Tracker