Voltar à Página Inicial

Competência procura-se...





Os contornos da anarquia vigente no Belenenses que o encaminharam para uma situação inexplicável, são fruto da sedimentação de más gestões e incumprimentos estatutários.

A inversão de valores continua a vigorar, mesmo nos novos estatutos, gasta-se dinheiro com modalidades amadoras que mais não são que profissionais e impede-se a profissionalização dos dirigentes, obrigando a um amadorismo insano.

O Belenenses não é a mercearia da esquina ou a drogaria em frente, cujos proprietários não vivem daquilo e apenas é mantido por carolice. O clube e a SAD devem ter gestão profissional séria e competente, se mais não fosse pelo orçamento que detém.

E como muitos sócios que não têm condições sequer para governar a própria casa, mas dão palpites e têm força para estraçalhar o clube e chegámos à situação presente.

Se há responsáveis com o quinhão de leão será concerteza o Conselho Geral de má memória, cujas manobras têm conduzido o clube a sucessivas gestões com contabilidade de “prego” e quando o lençol não estica, tira-me um molhinho do prego e vai para o fundo da gaveta a ver se os credores esquecem ou desistem.

Descobrem-se situações impensáveis que não respeitam as leis, os estatutos e não têm limites.

A entrevista a Viana de Carvalho não me trás grandes novidades, porque o rumo seguido tenho-o previsto por demais desde há 5 anos, como uma meia dúzia de consócios o têm insistentemente referido em AGs. Raramente somos ouvidos.

Tem gente que não sabe mais, tem gente que não merece e tem gente que desconhece.

A ignorância é atrevida e o não querer saber ou querer ignorar as regras que devem pautar o serviço ao clube deve ser fortemente punido.

Não me venham dizer que nunca aprenderam o significado da palavra liberdade.

Etiquetas:




Enviar link por e-mail

Imprimir artigo

Voltar à Página Inicial


Weblog Commenting and 
Trackback by HaloScan.com eXTReMe Tracker